sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Richarlyson no Galo e a postura do jornalista

O anúncio da contratação do volante Richarlyson virou um dos principais tópicos no twitter.
O volante tem muita qualidade e alguns defeitos.
Algo que ninguém tira dele é a força.
Richarlyson é um lutador dentro de campo.
Defende seu time como poucos.
Conversei com Luiz Adermar, comentarista do Sportv, ele entende que Richarlyson rende muito mais quando atua pelo meio, como um volante pela esquerda.
Na lateral, na visão de Luiz Ademar, Richarlyson fica afoito e acaba se perdendo.
Não se entrega, divide, bate e às vezes até exagera.
O currículo fala por ele.
Trata-se de um vencedor.
Obviamente existem pontos negativos e não são poucos.
Sua entrega exagerada já causou expulsões e várias punições por amarelos.
Obrigado a sair jogando, Richarlyson rifa a bola e insiste em bolas longas sem proveito.
Claro que Dorival pode trabalhar o jogador e ele tem tudo para crescer ainda mais.

Os jornalistas e as piadas

Não são poucas as piadas com Richarlyson.
Muitas insinuam sobre a sexualidade dele.
As piadas são livres e não faço parte da censura. Entretanto, entendo que os jornalistas deveriam ter outra postura.
Para estimular o preconceito não é necessário ter diploma.
Basta falar e falar e propagar e reproduzir.
Para isso nãom precisa ser jornalista, um papagaio faz bem.

3 comentários:

Anônimo disse...

Adorei!!! Viva o século XXI e o direito a livre escolha sexual.Abomino qualquer tipo de "pre"conceito e julgamentos mesquinhos.

Anônimo disse...

Richarlyson de volante pela esquerda e serginho pela direita, vao fazer o meio do Galo ficar ko uma maior velocidade q o dorival parece querer implantar no time.

vamogaloo disse...

Galo verdade ou mentira


Nós Blog do Galo, VamoGaloo queremos não só vê as disparadas twittadas de Alexandre Kallil anunciando reforços para o Atlético mineiro, mas queremos sangue atleticano correndo nas veias dos jogadores mineiros e os dirigentes.
Não basta contratar e sim um plano de trabalho que ofereça condições para que o Atlético mineiro possa conquistar títulos de expressão nacional.
Como disse o Lula, a luta continua no ano de 2011 e nós estaremos de olho oferecendo nossos vibrações atleticana e cobrando quando for necessário, e na hora certa não é mesmo presidente da massa atleticana, Alexandre Kallil.
Vamos que vamos Galo mineiro, vamos ganhar títulos de Brasileirão 2011, mineiros e Sul-Americana, vamos ganhar títulos nacionais e internacionais, vamos galo mineiro.