domingo, 11 de julho de 2010

Espanha campeã com bola no chão

O tropeço no início da competição colocou a tom da dúvida em toda a campanha da Espanha.
A incerteza era totalmente justificável, afinal de contas a Espanha carrega a fama de não saber definir e de amarelar na reta final.
No entanto, a Espanha tinha um estilo de jogo e acreditava no seu modo de jogar.
O futebol da Espanha dava sinais de que estava se encaixando. As vitórias chegavam com muito esforço, mas chegavam.
O grande jogo foi contra a Alemanha. O desafio repetia a final da Eurocopa e deu Espanha, com muito bom futebol.

A Final

O jogo contra a Holanda começou com a Espanha fiel ao seu estilo.
Bola no chão e toques rápidos e envolventes.
Como parar o estilo espanhol? A opção da Holanda foi parar as jogadas com faltas.
É uma estratégia que poderia dar certo. A Holanda equilibrou a partida e poderia ter saído campeã. Robben perdeu dois gols feitos.
O preço que a Holanda pagou ao adotar as faltas como recurso para inibir o toque foi muito alto: cartões amarelos e mais cartões amarelos.
Ao todo foram oito amarelos e um vermelho.
O vermelho foi recebido pelo Heitinga, aos 3 do segundo tempo da prorrogação.
Oito minutos depois, Fábregas tocou pelo meia da defesa (sem Heitinga) e fez o gol da vitória, o gol do título.


Legado

O título da Espanha pode trazer algo de bom para o futebol.
Diferente da clara opção defensiva de várias seleções, a Espanha optou por toque de bola.
A estratégia de jogo era trabalhar a bola e girar o jogo. Envolver o adversário e aproximar da área do adversário. Muitas vezes o jogo espanhol parecia ser cansativo e pouco objetivo. Entretanto, se a equipe conta com Xabi Alonso, Xavi, Iniesta, Torres e Villa, é óbvio que o treinador tinha que aproveitar a qualidade técnica individual de cada um deles.
A imagem que fica guardada do futebol apresentado pela Espanha é a de um futebol de bola no chão e de aproximação.
O recado que Del Bosque deixa é que é preciso aproveitar as características de seus jogadores e proporcionar ambiente.

Parabéns, Espanha. O título está em boas mãos.

2 comentários:

filomeno2006 disse...

El gol fue de Iniesta

Juliana Pires de Sousa disse...

Eu torci muito pela Espanha, que bom que venceu!!!

Beijos