sexta-feira, 16 de abril de 2010

Adilson lembrou Parreira

Alguns sempre vão reclamar de Parreira.
Vão falar que a seleção de 94 não empolgava, que o time só foi campeão por causa do ataque, que Baggio perdeu e não o Brasil venceu. No entanto, a história registra que deu Brasil, deu Parreira.
O Cruzeiro que entrou em campo contra o Colo Colo mostrou algo semelhante ao que foi visto no time de Parreira. O time sabia o que deveria fazer e não fazia nafa que não fosse calculado. Consequência? O futebol não empolgou, mas o resultado veio.
Mauro Silva, Dunga, Mazinho e Zinho foram Fabinho, Paraná, Henrique e Gilberto. Quando Mauro Silva(Fabinho) saiu, o time teve mais bola - no entanto, a defesa mostrou sua fragilidade e erros de posicionamento. Ainda bem que Fábio estava na média elevada de suas atuações.
Ficou sim uma sensação de que as coisas poderiam ser de forma diferente, talvez a mesma que tivemos no jogo contra a Suécia.
Entretanto, às vezes Bebeto e Romário brilhavam e saciavam nosso desejo de ver arte em campo. O lance do gol de Thiago Ribeiro foi lindíssimo. Henrique com Gilberto, que com alta técnica achou Fabrício. O volante mostrou a diferença positiva entre ele e Fabinho e, de primeira, viu Gilberto em profundidade, o cruzamento saiu com perfeição e Thiago Ribeiro também coroou a jogada. Que belo gol!
Os buracos na defesa trouxeram o mundo real rapidamente de volta.
Foi bom, poderia ser melhor. Tal qual 94.
Acho que agora entendi os vários almoços entre Adilson e Parreira.

3 comentários:

Carlão Azul disse...

Vejo exatamente isso nesse time do Adilson de 2010.
Parabéns, seus comentários são sempre muito bons.

Blog do Marra disse...

Valeu, Carlão!
Obrigado pela força. Não estou tirando os méritos do Adilson, acho até que o Parreira fez po certo para aquele momento.
Abraço

Carlão Azul disse...

Marra, também acho.
Para mim e creio para a maioria dos torcedores não importa se o time jogou "bonito", mas realmente o que importa é ser campeão. Se formos campeões jogando bonito melhor, senão basta que sejamos campeões, como vc mesmo disse: "O futebol não empolgou, mas o resultado veio".
Eu aprovo o time de 94 e tenho ctz que a maioria dos torcedores tbém e foi isso que ficou registrado na história não é mesmo?

Abraços.