domingo, 12 de setembro de 2010

Felipão solta os cachorros no elenco

O futebol apresentado pelo Palmeiras parece já ter cansado o técnico Felipão.
Após a partida, na hora da coletiva, o treinador soltou mais uma pérola.
Ele disse que aceitou comandar a equipe após a Copa para avaliar o elenco e talvez aproveitar uns oito ou nove jogadores para o próximo ano. Entretanto, segundo Felipão, o que ele tem visto é que apenas três jogadores deverão ser aproveitados para o próximo ano.
Qual o impacto disso no grupo de jogadores?
O time já é limitado, o Palmeiras já atraso o pagamento de direitos de imagem, a situação na tabela não é agradável e o treinador ainda expõe o elenco?!
Qual será o papo entre os atletas?
Será que vale a pena correr para o "chefe"?
Nas entrevistas e pelas escalações para os jogos, dá mais ou menos para tentar decifrar quem são os preferidos para a formação de mais uma versão da "família Scolari": Kléber, Márcio Araújo e Edinho sempre são escalados e em diversas funções. Outro que ele utiliza sempre é Marcos Assunção, mas contra ele talvez pese a idade.
Outro grande problema e que talvez deixe claro que o discurso é uma clara tentativa de "jogar para a galera" é que no fim do ano haverá eleição para presidente no Palmeiras. Mesmo Felipão sendo quem ele é, será que o futuro presidente está gostando de ver seu elenco sendo desvalorizado pelo treinador?

Um comentário:

felipe disse...

Excelente post Mario Marra (como sempre) Felipão começa a se contradizer, antes ele dizia que a imprensa podia por a culpa nele já que ele tinha costas largas, agora esta jogando toda a culpa no elenco. Deste jeito eles vão desistir do Palmeiras e a "garra alviverde" sem duvidas irá sumir.
Um abraço,
Felipe Picolo