terça-feira, 7 de setembro de 2010

Não bata e nem pague Whisky, busque o respeito

Alterar o discurso e se ater a pontos dele, desprezando a mensagem é uma estratégia que os sofistas usavam.
A plateia menos esperta era levada como folha no vento.
O pouco que conheço do presidente Alexandre Kalil me dá a certeza de que ele é um apaixonado. Como um apaixonado ele deu declarações impensadas e reprováveis.
Alexandre sabe que vivemos tempos de violência e sabe que para quem já gosta de uma briguinha um pingo é letra.
A postura correta e esperada hoje era a de arrependimento e não a irônica.
Se os jogadores estão na balada, estão por não respeitarem a instituição.
Se os jogadores do Atlético estão aprontando, é bom informar que eles não pediram emprego no Galo, mas foram contratados.
Alexandre Kalil levou para a ironia e criticou as críticas - jogou para a galera.
Não é o discurso, não é a pancada, não é o Whisky - é o respeito e a disciplina que vão recolocar o Galo no caminho correto.
Respeito ao Atlético quem deve colocar é o presidente.
Disciplina quem deve exigir é o treinador.
O presidente desviou o discurso, fez como os sofistas.
Que pena!

4 comentários:

Dureza disse...

Triste ver um presidente que fica sumido, caladinho, e quando reaparece faz estragos que talvez não tenham conserto.

Como sou da Xuxa pra cá, o pai dele era assim?

Amaral disse...

que infeliz... que inrresponsável...
mas esse é o KALIL né?

Herivelto Alves de Aguiar disse...

Olá Marra!

Realmente o Kalil foi muito infeliz em seu comentário.
Eu também sou um atleticano apaixonado e atualmente desiludido. Não era pra ser assim, o presidente que todos queriam, o treinador que a anos pediamos e um elenco de qualidade bem superior ao de 2009.
Tem que se apurar, investigar, dar o grito, sei lá... Desde que seja de uma forma pacífica e inteligente.

Os atleticanos sempre fanáticos e apaixonados não merecem.

Um abraço.

Victor disse...

Torcedor tem que ir ao estádio, comprar camisa e viver a rivalidade que está dentro de cada um com paz e respeito, ninguém deve vigiar um profissional. É simples, se ele não está rendendo o esperado o mande embora, é assim em qualquer profissão. O Kalil pra variar deixou a paixão falar mais alto, as vezes isso está atrapalhando o desempenho do Galo esse ano. Bem que ele poderia pegar umas aulas de profissonalismo com os Perrelas...rsrsr
Grande abraço a você Mario, sucesso !