sábado, 25 de setembro de 2010

Neymar virou a página

Algumas vitórias não dão margem a desculpas.
O Santos não só venceu a equipe do Cruzeiro, o que se viu em campo foi muito mais que isso.
O Santos envolveu o Cruzeiro e ainda fez a opção pela bola no chão.
O primeiro tempo terminou em 0 a 0.
O vestiário deu certo para o Santos e muito errado para o Cruzeiro.
Neymar deu espaço ao futebol e brilhou.
Não deixou Cuca perceber que ele flutuava entre os lados do campo.
Aos 9, Marcel fez o primeiro gol.
Cuca tentou arrumar o time não conseguiu.
A opção por retirar Fabrício e deixar Everton em campo poderia até acelerar o jogo. Entretanto, o Cruzeiro parou de roubar a bola e os organizadores pararam de jogar.
Não é que Montillo tenha parado de jogar, o que houve foi que o Cruzeiro parou de ter a bola e tinha um a mais na partida.
Aos 19, Zé Love foi expulso. A expulsão poderia ter dado mais motivação e melhor ocupação de espaços ao Cruzeiro.
Nada disso.
O Santos era melhor distribuído em campo.
Um erro de posicionamento da defesa do Cruzeiro custou o segundo gol, marcado por Edu Dracena.
O Cruzeiro ainda diminuiu, mas o Santos sobrava.
O terceiro gol do Santos foi espetacular.
Neymar fez boa jogada pela esquerda e deu passe preciso para Alex Sandro arrancar.
O garoto driblou Edcarlos e encobriu Fábio.
Mas Neymar, que tinha participação muito boa ainda tinha que marcar o seu.
O quarto gol mostrou que o Cruzeiro já tinha desistido do jogo.
Neymar era praticamente o único homem no campo de ataque e ainda assim driblou e bateu rasteiro.
O Santos tem que se programar para a disputa da Libertadores.
É bom que um novo treinador chegue para errar, testar e acertar.
O Cruzeiro colocou os pés no chão da maneira mais dramática.
É difícil imaginar um time que oferece tantos espaços a um jogador como Neymar disputando o título.
Faltou estratégia.
Não é que tenha sobrado ousadia - faltou pensar o jogo e jogar.
Neymar quando se preocupa em jogar futebol faz todos esquecerem de suas atitudes fora de campo.
Ele jogou e pode se reencontrar.
Depende dele.

2 comentários:

Saulo disse...

Que vitória do Santos, heim. Não esperava esse placar tão elástico pq o Cruzeiro está muito bem.

Samuel disse...

Acho que o erro ridículo da arbitragem colaborou com o placar, Marra.
Se tivesse saído na frente o Cruzeiro poderia se defender melhor e explorar os contra ataques, já que o Santos teria que sair mais pro jogo. Mas a vida continua, agora é pensar nos próximos jogos e torcer pra Corinthians e Fluminense tropeçarem.
Abraço!