terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Tem esporte mais chato que o futebol?

Se, em uma roda de amigos, alguém disser que falhou na hora H, não tenha dúvida: ele vai virar piada. Todas as vezes que ele falar de algum assunto que remeta à falha, a turma vai lembrar que, lá, no clímax ele não funcionou.
Sabe aquele amigo que quase não enxerga? Não é fato que sempre alguém coloca o apelido de ceguinho? Se as dívidas tomam conta nós mesmos não levamos a penúria com gozação?
Mas o futebol... O futebol exige um pudor e um respeito muito maior do que o que nós fazemos entre nós. Não temos pudor com o vício do álcool dos amigos e soltamos gozações nele. Com as tendências de outros...pegamos pesado, no entanto, quando chegamos no "Santo dos Santos"... Ah, o futebol!!! Como é chato o futebol!
Ninguém pode falar do Atlético, nem ouse falar do Cruzeiro... Os times merecem tanto respeito assim? Não é mais prudente colocarmos o bom humor em campo?
Um jornalista que não percebe um lance se torna azul ou branco e preto.
Um outro, que tem coragem de falar o que viu, ou o que não viu se torna comprado. Ora! Que sociedade!
Creio que muitos torcedores sentem saudades da ditadura e gostariam que todos tivessem "uma só opinião".
Que tal lembrar Hitler? Com ele todos seriam atleticanos ou cruzeirenses de verdade. Aí perceberíamos que a diferença é que nos une.

4 comentários:

leoclemence disse...

Ótimo texto, infelizmente o futebol tá ficando chato demais mesmo... Só se fala em porrada, em bater, em matar... Se pagam milhoes e milhoes, mas para o torcedor, é como se fosse uma guerra. Estou cada ano que se passa mais desanimado com o futebol, continuo pq amo o galo e é dificil largar, mas a tendência é começar a torcer por outros esportes... Abraços.

Gustavo Martins disse...

Assino embaixo em tudo o que você escreveu, Mário.
Só complementando que é um pé no saco ler comentários em qualquer blog sobre futebol que não seja moderado. Se o blogueiro falar algo contra o time do "ogro" que está atrás dos teclados, Deus me livre.
E tudo isso infelizmente culmina em brigas e mortes.E também ameaças, como as que a família do Jair Albano recebeu. Lamentável.

Claudinei Souza disse...

Sexualidade, política e futebol não se debatem e não se convencem. Cada um pensa o que acha correto, mesmo estando errôneamente e ignorantemente se expressando como um asno. A ignorância é uma virtude para aqueles que não querem aceitar as diferenças alheias. Cada um tem o seu sistema digestivo e o local por onde dispensam o que não é aproveitado pelo organismo. Uns utilizam a boca, pensam como exclusivistas da razão e da verdade e, como bons adeptos da ração e do feno, aplicam seus recursos ínfimos de argumentação para agredir tanto intelectualmente quanto fisicamente à todos aqueles que não concordam com a penúria de sua arrogância.

marcia disse...

Olhando por este lado parece mesmo q chato...mas Mário futebol é movido por paixão e todo apaixonado é um pouco ou muito chato...concordo c vc q as vezes é dificil p vcs jornalistas fazerem comentarios por mais racionais q sejam,vai sempre haver um chato p discordar...sabe q acho q chato somos nós....futebol é uma delicia....bjim