sábado, 27 de fevereiro de 2010

Tevez seria titular da seleção brasileira?

Confesso que tinha outras coisas para fazer, mas ainda assim liguei a televisão para dar uma olhada em Chelsea x Manchester City. Fiquei naquela indecisão de quem nunca vai torcer pelo Chelsea e que tinha que torcer para o City não pontuar para não ocupar a quarta vaga da Champions League. Para rechear ainda mais a partida, toda a confusão amorosa no caso de Terry x Bridge, também estava em campo (aí já foi um barraco fomentado pela imprensa sem a menor necessidade).
Bola rolando e eu me peguei torcendo contra o Chelsea. A arrogância e a origem nebulosa do dinheiro foram mais fortes, entretanto, o que mais me chamava a atenção era a entrega de Carlitos Tevez. Que prazer eu tive vendo a luta do argentino! E o suor foi premiado com dois gols e muita inteligência em campo.
Então lembrei de um livro de Rubem Fonseca, o nome diz tudo o que senti na partida: "Vastas emoções e pensamentos imperfeitos".
Imaginei um ataque da seleção brasileira formado por Luís Fabiano e Tevez. Enxerguei Kaká, em alta velocidade, partindo com a bola e Tevez abrindo e Luís Fabiano indo para a área. Meu Deus!!!
E do outro lado? Messi saindo da direita para a esquerda e Tevez fazendo o contrário, enquanto o Fabuloso partia para a entrada da área.
Como no livro, o confronto entre a ficção e a realidade povoaram minha mente e fiquei com "Vastas emoções e pensamentos imperfeitos".
Agora ficam algumas questões para reflexão:
Tevez seria titular da seleção brasileira?
E Luís Fabiano seria titular do ataque argentino?

O placar final mostrou a vitória de City, fora de casa, por 4x2. O Liverpool vai ter que transpirar muito para buscar a última vaga da Champions.

5 comentários:

Contagiando Multidoes disse...

Não so na seleção brasileira mas em qualquer time/seleção de futebol do mundo!

Blog do Marra disse...

Meu caro Marcelo,tudo na vida precisa ser excessivamente sério?
Quer argumento maior que o título do livro?
Pensamento imperfeito e só. Desejo que o espaço seja divertido,lúdico, imperfeito e, sim, muito informativo. Entretanto, aqui não é uma redação de jornal. A proposta é a seriedade e a utopia. Quando citei algumas das muitas características do futebol dos jogadores envolvidos deixei claro que eles povoaram meus sonhos de ver um belo futebol. O argumeto está aí: bom futebol.

Claudinei Souza disse...

Desculpe-me Mário, mas vejo o Tevez como somente um bom jogador. Um cara esforçado, meio encrenqueiro em campo, às vezes, e só. Ele tem o típico perfil do futebol argentino: aguerrido, não desiste de uma jogada e faz faltas muitas vezes desleais. Acho ele mais marketing do que um talento diferenciado. Vai demorar muito para ele ser considerado como o melhor jogador do mundo pela escolha anual da France Football ou da Fifa. Em uma escala de 5 à 10, considero-lhe um 8,5. Como diria minha finada avó, ele ainda é jovem; um dia aprende!
Gosto do estilo dele mas não acho que ele seja o cara!
Um grande abraço e parabéns pelo seu trabalho na Arena Sportv!

REGINALDO disse...

Falando sobre o jogo em si: que belo jogo de futebol!!

Recheado de emoções até o fim e apimentado pelo incidente Terry-Bridge. Nos cumprimentos iniciais, a mão de Terry ficou no ar quando passou Bridge e o site do the Sun captou isso direitinho.

Quanto ao futebol, Tevez mostrou que frescura nunca foi o forte dele e , apos dias sem treinar, jogou muito.

Que fase vive o argentino!

Decisivo no jogo foi Beleti...

Quando o Chelsea ainda tava no jogo, ele fez uma barbeiragem, foi obrigado a fazer o penalti e anda tomou o vermelho...Anceloti adorou...

Dionizio Oliveira Germano disse...

Eu gosto de comparar o Tevez com o Robinho. O Robinho com toda midia brasileira e a habilidade que não lhe falta, se mostrou um jogador dispensável no futebol europeu. É ótimo jogador, tem um grande pontencial mas o Carlitos hoje é muito mais jogador que o brasileiro, bela passagem pelo United, e está sendo a estrela do City, enquanto Robinho uma passagem "apenas" boa pelo real, e no city nem precisa comentar. Tevez, Messi e Aguero teriam lugar no ataque titular da seleção , e talvez até o Higuain teria lugar não como titular. O time do Brasil atualmente é mais forte que o da argentina, mas individualmente falando a seleção argentina do meio para frente é muito mais forte.